Cronologia geral dos fabricos de faiança das Caldas da Rainha

in Calado, Rafael Salinas, “Cronologia geral dos fabricos de faiança das Caldas da Rainha”, in Faiança das Caldas da Rainha: Colecção Berardo, Câmara Municipal das Caldas da Rainha, 2005

1478
. Produções não referenciadas até ao século XIX

1850
1820/53 . Maria dos Cacos
1853/87 . Manuel Cipriano Gomes (o Mafra)
1854/ca. 1900 . António de Sousa Liso

1860
1860/93 . José Francisco de Sousa
ca. 1870 / ca. 1900 . José Alves Cunha

1870
1875/97 . Francisco Gomes de Avellar
1876/ca. 1900 . João Coelho Cézar

1880
1883/87 . Manuel Mafra (Filho)
1884/1905 . Fábrica Faianças de Caldas da Rainha (FFCR)

1890
1892/96 . Atelier Cerâmico, do visconde de Sacavém
1892 . Adelino Soares de Oliveira
1892/1927 . Avelino Soares Belo, discípulo de Rafael B. Pinheiro
1893 . José Francisco de Sousa, Filhos
1893/95 . José Francisco de Sousa Filho&Câmara
1895 . António Moreira da Câmara
ca. 1895 . J.J. Saloio

1900
ca. 1900 . José Alves Cunha, Sucessor
ca. 1900 . Etelvino Santos
ca. 1900 . João Duarte, o Angélico
1902/25 . António Alves Cunha
1907 . Manuel Godinho Leal compra em hasta pública a FFCR
1908/14 . FFCR sob direcção artística de Costa Motta Sobrinho
1908/19 . Manufactura de Faianças Artísticas Bordalo Pinheiro

1910
1911/40 . Francisco Elias e Eduardo Elias

1920
1920 . Fábrica Bordalo Pinheiro
1926/37 . João Arroja, sucessor de António Alves Cunha
1927 . José Belo, filho e sucessor de Avelino Soares Belo
. A. I. P. (Fabrico não identificado)

1930
1937/55 . Aires Constantino Leal, adquiriu a fábrica de João Arroja

1940
ca. 1940 . Germano Luís da Silva
1944/47 . Fábrica Mestre Francisco Elias, antecessora da Secla
1947 . Fábrica Secla

1950
1956 . Profundas alterações estruturais na Secla

1960
1965 . Faianças Belo, Lda., sucessora de José Belo

1970
1977 . Faianças Subtil, Lda., sucessora das Faianças Belo, Lda.

1980
.
Criação da Cencal